Acordo entre BAD e FIDIC pode acelerar financiamento de grandes projetos de infraestrutura

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) anunciou nesta segunda-feira (13) um acordo de cinco anos com a Federação Internacional de Engenheiros Consultores (FIDIC, na sigla em francês).

O acordo vai permitir que o banco utilize sete contratos padrão da federação. Esses documentos são conhecidos mundialmente por estabelecer uma relação equilibrada entre as partes envolvida e por gerenciar de forma eficiente os riscos dos empreendimentos.  Em suma, o acordo permitirá um diálogo mais eficiente com empresas multinacionais, fundos de investimento e  outras entidades financiadoras.

“Não há dúvida de que o uso dos contratos do FIDIC é um passo para melhorar a equidade e a equidade, bem como o gerenciamento de contratos eficiente e eficaz, conforme enfatizado no novo Quadro de Aquisições do Banco”, comemora Frank Mvula, diretor de serviços fiduciários e inspeção do BAD.

+ Acordos semelhantes foram assinados nos últimos meses com o Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento, Banco de Desenvolvimento do Caribe, Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento e Infraestrutura Asiática. 

Para o diretor executivo da FIDIC, Nelson Ogunshakin, a assinatura deste acordo alinha o BAD com as principais organizações de financiamento globais. Ainda segundo ele, o endosso do Banco também deve proporcionar conforto adicional aos investidores financeiros, institucionais e de private equity que operam no mercado global.

“Ao adotar os contratos da FIDIC em grandes projetos, o BAD está demonstrando que eles endossam a abordagem justa e equilibrada que esses documentos oferecem às partes envolvidas em grandes contratos de construção e acreditamos que isso criará mais segurança no mercado como bancos, credores, investidores e os clientes os adotam “, afirma.

Projeto do complexo solar NOOR em Ouarzazate, Marrocos, co-financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento e pelo Fundo de Investimento Climático

“É nosso principal objetivo fortalecer as relações do FIDIC com os bancos multilaterais de desenvolvimento e outras instituições internacionais de financiamento, uma vez que uma comunicação e cooperação aprimoradas trarão benefícios para todo o setor”, disse o presidente do FIDIC, Bill Howard.


Fundado em 1964, o Grupo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) é uma instituição de financiamento multilateral para o desenvolvimento. Tem como missão combater a pobreza e melhorar as condições de vida no continente, promovendo o investimento de capital público e privado em projetos e programas que provavelmente contribuam para o desenvolvimento econômico e social da região. Em novembro de 2019, o capital do banco foi declarado em US $ 208 bilhões.

Chico Carneiro, entre Amazônia e Moçambique, tudo vira filme

O cineasta brasileiro Chico Carneiro saiu do Brasil, mais precisamente da região amazônica, atravessou o oceano e foi parar em Moçambique, não apenas fazendo filmes, mas vivendo cinema.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Brasil coopera com o Zimbábue para desenvolver cultura do algodão

O Brasil ocupa lugares de destaque tanto na produção como na exportação de algodão, atraindo diversos parceiros interessados em fortalecer o setor algodoeiro. O mais recente país a buscar o apoio do Brasil é o Zimbábue. Foi assinado um acordo entre os dois países para garantir capacitação e também a transferência de tecnologias brasileiras em algodão para o país africano.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.