Angola busca certificar peças de valor patrimonial

O Ministério de Cultura de Angola está elaborando um conjunto de regulamentações, que possibilitem maior facilidade na identificação e certificação de peças artesanais com valor patrimonial.

A ação está sendo realizada para evitar perda e roubo desses materiais. O Ministério tem objetivo de que essa certificação seja realizada através da selagem das peças, que será feito a partir do valor de cada um. Assim, se espera definir os objetivos que podem ou não sair do país.

Compensação histórica

Junto à Unesco, autoridades de Angola e outras nações africanas também buscam encontrar uma forma de recuperar bens e artefatos que foram roubados durante o período colonial.

De acordo com o embaixador do país no órgão, Sita José, constantes debates têm sido realizados quanto à temática, porém ainda sem consenso. Enquanto os africanos desejam devolução completa dos bens, museus fora do continente esperam encontrar um meio termo.

Há na África, um forte movimento que busca recuperar parte da história do continente que foi perdida nos últimos anos. Senegal recentemente inaugurou seu Museu de Civilizações Negras, que foi pensado desde os anos 1960. O país é um dos que luta pela devolução de artefatos roubados.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...