Banco Mundial aprova US $ 750 milhões para reformas no Quênia

O Conselho do Banco Mundial de Administração aprovou nesta quarta-feira (29) um crédito de US $ 750 milhões da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA) para apoiar as reformas do governo do Quênia para aumentar o crescimento inclusivo, acelerar a redução da pobreza e alcançar o seu objectivo de se tornar um país industrializado de renda média, dentro da Visão 2030. A operação dá apoio à agenda “Big Four” do governo que prioriza a agricultura, habitação acessível, cobertura de saúde universal, e fabricação.


Na agricultura, o Mecanismo de Financiamento da Política de Desenvolvimento Fiscal e Crescimento Fiscal do Quênia apoiará reformas críticas que aumentarão a concorrência e a transparência do mercado, reduzirão as oportunidades de corrupção e ajudarão os agricultores quenianos a alcançar maior produtividade e aumentar sua renda.


Em relação à habitação, a operação irá remover grandes restrições regulamentares que os desenvolvedores enfrentam, ajudá-los a reduzir os custos de construção, e, assim, aumentar a oferta de unidades habitacionais mais baratas. As reformas apoiadas pela operação vão desbloquear a disponibilidade de empréstimos para habitação de longo prazo e catalisar o desenvolvimento do mercado de financiamento habitacional no Quênia, que deverá triplicar a proporção de famílias no Quênia que têm acesso a uma hipoteca.

A farmer works in his field in Cote d’Ivoire.

“Espera-se que as medidas apoiadas por esta operação beneficiem os quenianos comuns, direcionando melhor os subsídios agrícolas para alcançar os agricultores de baixa renda, processando aqueles que se envolvem em práticas fraudulentas de compras, aumentando a disponibilidade de moradias populares e melhorando a mobilização de receitas. Essa operação cria uma base para reformas essenciais para combater a corrupção, liberalizar os mercados e promover o crescimento inclusivo ”, disse Felipe Jaramillo, Diretor do Banco Mundial para o Quênia.

O Quênia tem sido uma das economias que mais crescem na África Subsaariana na última década. Para que esse crescimento seja sustentado no futuro e ajude a reduzir a pobreza, são necessárias reformas críticas.


“As reformas políticas e institucionais apoiadas por esta operação ajudarão a melhorar o padrão de vida dos quenianos comuns. Além disso, as reformas políticas contribuirão para melhorar a boa governança através do reforço dos mecanismos de responsabilização e aplicação através do uso de tecnologias digitais ”, diz Allen Dennis, Líder da Equipe de Tarefas do Banco Mundial.

O Quênia tem sido uma das economias que mais crescem na África Subsaariana na última década


A operação está alinhada com os duplos objetivos do Grupo Banco Mundial de acabar com a pobreza extrema e promover a prosperidade compartilhada. Esta operação também complementa outras intervenções apoiadas pelo Banco Mundial e outros parceiros de desenvolvimento em apoio à agenda de crescimento inclusiva do governo.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Paulo Rogério Nunes: criatividade, inovação e “baianidade”

Uma das maiores do Brasil e considerada a cidade mais negra fora do continente africano, Salvador tem se destacado por conta das iniciativas ligadas...