Botsuana e Moçambique selam acordo de cooperação de defesa

O vínculo entre o Botswana e os militares de Moçambique deve servir de modelo para fortalecer os militares da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). De acordo com o ministro da Defesa, Justiça e Segurança do Botswana, Shaw Kgathi.

“Devemos usar esforços conjuntos e economias de escala para superar os desafios que enfrentamos e obter coisas que não poderíamos fazer se seguíssemos sozinhos”, afirmou.

Ele destacou que as relações militares-militares formais entre os dois países começaram no final da guerra de libertação de Moçambique e foram formalizadas por meio de um Memorando de Entendimento em 2001.

“Foi quando a Força de Defesa do Botsuana (BDF) desempenhou um papel central na manutenção da paz sob a Missão da ONU em Moçambique, que monitorou a implementação do Acordo de Paz de 1992. Desde então, o BDF e as Forças de Defesa de Moçambique (FADM) reforçaram ainda mais as relações por meio de visitas de altos funcionários, treinamento e participação em intercâmbios de estudantes ”, afirmou.

Contudo, ele indicou que o acordo de 2001 havia se tornado redundante, pois se limitava ao treinamento e não abrangia outras áreas vitais da cooperação em defesa, daí a assinatura do novo acordo.

O novo acordo, afirmou, facilitaria uma colaboração e propósito mais amplos em termos de trocas de treinamento, exercícios militares, trocas de informações e reuniões técnicas, as quais, segundo ele, resultariam em soluções para desafios comuns de segurança.

O ministro acrescentou que, para permitir a implementação efetiva do acordo, era necessário estabelecer um comitê de defesa entre os dois países para explorar áreas imediatas de cooperação.

No espírito de colaboração, Kgathi estendeu a Moçambique, a oferta do Botsuana de 14 vagas de treinamento na Escola de Comando e Estado-Maior da Defesa, na Escola de Treinamento de Vôo e nas escolas de treinamento técnico.

O ministro da Defesa Nacional de Moçambique, Atanasio Mtumuke, saudou o Botsuana por ter, nos últimos anos, continuado a nutrir o seu relacionamento com Moçambique.

O Sr. Mtumuke indicou ainda que, com as questões de defesa e segurança permanecendo entre as principais áreas prioritárias para Moçambique, a assinatura do acordo com o Botsuana foi um desenvolvimento bem-vindo que serviria para aumentar os esforços de seu país na área de defesa.

Com informações da Agência de Notícias de Botsuana

Chico Carneiro, entre Amazônia e Moçambique, tudo vira filme

O cineasta brasileiro Chico Carneiro saiu do Brasil, mais precisamente da região amazônica, atravessou o oceano e foi parar em Moçambique, não apenas fazendo filmes, mas vivendo cinema.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Brasil coopera com o Zimbábue para desenvolver cultura do algodão

O Brasil ocupa lugares de destaque tanto na produção como na exportação de algodão, atraindo diversos parceiros interessados em fortalecer o setor algodoeiro. O mais recente país a buscar o apoio do Brasil é o Zimbábue. Foi assinado um acordo entre os dois países para garantir capacitação e também a transferência de tecnologias brasileiras em algodão para o país africano.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.