Eleições em Moçambique serão acompanhadas pela União Europeia

Com eleições gerais marcadas para o dia 15 de outubro, as autoridades moçambicanas convidaram formalmente representantes da União Europeia para uma Missão de Observação Eleitoral (MOE). A Organização, que acompanha as eleições no país africano desde 1994, confirmou presença. 

“As eleições de 2019 em Moçambique chegam num momento particularmente importante da história do país, quando um progresso real rumo a um acordo de paz abrangente abriu o caminho para a reconciliação permanente e para a implementação de reformas. Um processo eleitoral bem-sucedido pode contribuir para a estabilidade e confiança necessárias para o crescimento e desenvolvimento do país”, disse Federica Mogherini, Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança.

A missão será chefiada pelo espanhol Ignacio Sánchez Amor, deputado do Parlamento Europeu, que destacou o momento de descentralização de aspectos chave do país, levando a mudanças estruturais.

“O meu objetivo é que a MOE dê contribuições positivas – através de avaliações objectivas e imparciais e recomendações construtivas – para um processo global credível, transparente e inclusivo. E acrescentaria que, naturalmente, continuaremos o nosso trabalho com as autoridades moçambicanas para implementar as recomendações de missões de observação anteriores”, afirmou ele.

A equipe da UE será composta de 9 analistas e inicia a missão em Maputo, capital de Moçambique, no 31 de agosto. O grupo permanecerá no país até a conclusão do processo eleitoral e irá preparar um relatório final abrangente. Após a chegada da equipe principal, irão juntar-se outros 32 observadores de longo prazo que serão colocados em todo o país. Outros 76 observadores de curto prazo serão destacados para o dia da votação. 

No dia 15 de outubro, o povo moçambicano terá eleições presidenciais, legislativas e provinciais. A novidade está no fato de que, pela primeira vez, os governadores provinciais serão eleitos por voto popular, não mais nomeados pelo poder central.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...