Embaixador da África do Sul no Brasil cumpre agenda em Fortaleza em parceria com o IBRAF

O Embaixador da África do Sul no Brasil, Ntshikiwane Joseph Mashimbye, acompanhado pelo presidente do Instituto Brasil África, João Bosco Monte, esteve em Fortaleza nesta terça-feira (10) cumprindo agenda oficial. O embaixador participou de reuniões com representantes do setor privado local e tratou sobre as oportunidades de negócios que podem surgir entre o Ceará e o país africano.

Mashimbye destacou que em 2020 será comemorado o aniversário de 10 anos do acordo de parceria estratégica bilateral que foi assinado entre o Brasil e a África do Sul, mas ressalta que ainda há espaço para negócios entre os dois países, em especial no setores agrícola, de energia, infraestrutura e tecnologia.

“Há empresas no Brasil que desejam expandir para outros países e meu trabalho é apresentar a África do Sul e suas oportunidades de negócios. Além disso, essas empresas podem usar meu país como uma porta de entrada para o continente africano”, afirmou o Embaixador.

Em Fortaleza, o embaixador está participando de encontros com empresas que tenham projetos concretos que podem ser aplicados na África do Sul. Segundo ele, países africanos têm buscado por iniciativas como essa no Brasil e as empresas cearenses estão nesse radar.

“A agricultura é chave, porque a segurança alimentar é essencial e o Brasil mostrou que conseguiu transformar esse setor. Por isso devemos trabalhar juntos para compartilhar esse conhecimento. Mas também estamos procurando por iniciativas no campo da energia, em infraestrutura e na ciência e tecnologia. Hoje falamos não apenas sobre agricultura, mas também sobre uma agricultura orientada pela ciência”, destacou Mashimbye.

O embaixador também salientou o trabalho que o Instituto Brasil África vem desempenha ao longo dos últimos anos quanto a aproximação entre as duas regiões. “Acredito que o IBRAF já realizou muito por essas relações e se superou ao longo dos últimos anos”, finalizou Ntshikiwane Joseph Mashimbye.

Chico Carneiro, entre Amazônia e Moçambique, tudo vira filme

O cineasta brasileiro Chico Carneiro saiu do Brasil, mais precisamente da região amazônica, atravessou o oceano e foi parar em Moçambique, não apenas fazendo filmes, mas vivendo cinema.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Brasil coopera com o Zimbábue para desenvolver cultura do algodão

O Brasil ocupa lugares de destaque tanto na produção como na exportação de algodão, atraindo diversos parceiros interessados em fortalecer o setor algodoeiro. O mais recente país a buscar o apoio do Brasil é o Zimbábue. Foi assinado um acordo entre os dois países para garantir capacitação e também a transferência de tecnologias brasileiras em algodão para o país africano.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.