Brazil Africa Forum

FAO chama atenção para alimentação saudável

Celebrado anualmente no dia 16 de outubro, o Dia Mundial da Alimentação chama atenção para as questões ligadas à fome, insegurança alimentar e a obesidade.  Pessoas com sobrepeso ultrapassam o número de pessoas em situação de insegurança alimentar. Segundo o último relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), enquanto a fome afetou 821 milhões de pessoas em todo o mundo em 2017, a proporção de adultos obesos chegou a 13,3% em 2016 – o equivalente a 672 milhões de pessoas. 

No Brasil, enquanto a fome atinge menos de 2,5% da população, a obesidade já afeta quase 20% dos brasileiros. Em algumas regiões, como o Nordeste, outras facetas da má nutrição ainda persistem: a desnutrição infantil, por exemplo, segue acima dos 5%. 

Em uma realidade na qual a má nutrição é uma das grandes chagas do mundo contemporâneo, reinventar a cultura alimentar, em todas as etapas da cadeia, é um chamado urgente”, alerta o representante da FAO no Brasil, Rafael Zavala.

Segundo Zavala, a transição para uma alimentação e agricultura mais sustentáveis beneficia não somente as dietas, mas os ecossistemas e a economia. “Uma mudança que terá consequências não apenas na melhor qualidade da alimentação da população, mas também na economia mundial, na erradicação da pobreza e no desenvolvimento sustentável do planeta”, conclui.

Dietas saudáveis

Em 2019, a data terá como tema “Nossas ações representam o nosso futuro: dietas saudáveis para um mundo fome zero”. A ideia na escolha do slogan, segundo a ONU, é a de que, a partir de uma alimentação mais diversificada e nutritiva – que depende não só de uma mudança comportamental de cada indivíduo, como também de políticas públicas que fomentem essa transformação social; impactos começarão a ser sentidos nos mais diferentes cenários: a começar pela saúde da população.

Evento no Brasil

A celebração do Dia Mundial da Alimentação no Brasil acontecerá nesta segunda-feira (14), no Museu Nacional localizado na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Na ocasião, a chef de cozinha e ativista da alimentação natural, Bela Gil, irá falar sobre a importância de dietas saudáveis e suas consequências para a sociedade e para o futuro do planeta. Após a palestra, o público é convidado a uma aula de yoga a céu aberto com a instrutora Andrea Hughes. 

Leia a entrevista exclusiva com Bela Gil:Bela Gil: agroecologia, alimentação saudável e segurança alimentar

Neste ano, as ações do dia mundial serão realizadas em conjunto pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO); Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA); Programa Mundial de Alimentos (PMA) e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof

Museu egípicio é inaugurado no Rio Grande do Sul

O museu egípcio com o maior acervo da América Latina é inaugurado, essa semana, no Rio Grande do Sul. Localizado na cidade de Canela, o museu sediará uma exposição permanente de peças egípcias. Além disso conta com uma loja de produtos que remetem à cultura e a história do antigo Egito com peças produzidas por artistas do país.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...