FIDA realiza missão de avaliação no Ceará

Executado pelo governo do Ceará, e com apoio do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas (FIDA) desde 2013, o Projeto Paulo Freire é uma iniciativa que busca reduzir a pobreza e elevar o padrão de vida de agricultores familiares de 31 municípios. Para acompanhar e avaliar as ações realizadas até então, representantes do FIDA visitaram o Ceará na última semana.

De acordo com Hardi Vieira, o oficial de programas do FIDA no Brasil, a missão visa avaliar os impactos do Projeto iniciado em 2013, com ênfase nas atividades de resultado nas 600 comunidades assistidas, a partir de indicadores como renda, nutrição e outros..

(Foto: Orgânicos do Pivas / CC)

Para o secretário de desenvolvimento agrário do Ceará, Rodrigo Diniz, a visita do grupo é importante para a continuidade do bom desempenho do programa. “Queremos o credenciamento dos agricultores destes 31 municípios para que com suas atividades no campo eles possam acessar qualquer linha de crédito devido à boa qualidade de seus projetos”, explicou.

Com foco prioritário nos jovens, mulheres e povos tradicionais, o programa promove o desenvolvimento do capital social e humano em áreas com os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) da região, além de impulsionar a produção sustentável e o aumento da renda a partir de fontes agrícolas e não agrícolas. A área de atuação compreende uma extensão de aproximadamente 23.530 Km².

Interesse africano

Em dezembro de 2018, representantes de governos e da sociedade civil de Senegal, Níger e Burkina Faso foram no Ceará conhecer o programa Paulo Freire para uma possível implementação em seus países.

Com informações da ONU

Chico Carneiro, entre Amazônia e Moçambique, tudo vira filme

O cineasta brasileiro Chico Carneiro saiu do Brasil, mais precisamente da região amazônica, atravessou o oceano e foi parar em Moçambique, não apenas fazendo filmes, mas vivendo cinema.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Brasil coopera com o Zimbábue para desenvolver cultura do algodão

O Brasil ocupa lugares de destaque tanto na produção como na exportação de algodão, atraindo diversos parceiros interessados em fortalecer o setor algodoeiro. O mais recente país a buscar o apoio do Brasil é o Zimbábue. Foi assinado um acordo entre os dois países para garantir capacitação e também a transferência de tecnologias brasileiras em algodão para o país africano.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.