Governo angolano recupera ativos que estavam sob gestão privada

O governo de Angola anunciou a recuperação de ativos que estavam sendo geridos por empresas privadas. Entre os bens estão os portos de Luanda e do Lobito, que estavam com a Soportos, e o Hotel de Convenções de Talatona.

A recuperação de bens

O Porto de Luanda, que havia sido concessionado por um período de 20 anos para a Soportos, é o maior de Angola  e tem infraestrutura portuária com uma área de 181 mil e 70 metros quadrados e com capacidade para movimentar anualmente mais dois milhões de toneladas.

Enquanto no Porto do Lobito, a Soportos assumiu a concessão do Terminal de Minérios, em 2017. De acordo com o Jornal de Angola, a Soportos fez a entrega dos bens, e a Procuradoria Geral da República de Angola entregou os terminais ao Porto de Luanda.

O Hotel Convenções de Talatona (HCTA) foi outro bem recuperado pelo governo. O empreendimento público estava sob gestão de uma empresa privada.

A unidade hoteleira de 5 Estrelas custou mais de 200 milhões de dólares e, logo após o pagamento e construção, foi entregue para a exploração a uma empresa privada com bônus inicial de 12 milhões de dólares, e um contrato com traços danosos.

Outras ações

O Presidente do país, João Lourenço, também cancelou um contrato de limpeza do Palácio que custou ao Estado 70 milhões de dólares em dois anos. A gestão do Palácio Presidencial e dos edifícios que fazem parte do seu complexo protocolar estava a cargo de uma empresa privada de gestores públicos.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...