Green economy: Fortaleza recebe conferência ministerial das Américas

O crescimento desregulado de inúmeras indústrias causou danos irreversíveis ao meio ambiente, como aquecimento global, poluição e desmatamento. Assim, discutir o desenvolvimento sustentável deveria ser um dos principais objetivos dos líderes do século XXI. É com esse objetivo que a World Green Economy Organization (WGEO) realiza, em cinco regiões do planeta, a Regional Ministerial Meeting Conference on Green Economy. A cidade de Fortaleza sediará o encontro das Américas, entre os dias 24 e 26 de junho.

A conferência ministerial é uma extensão do World Green Economy Summit, que neste ano chega a sua 6ª edição e acontece em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos entre os dias 20 e 21 de outubro. Além da World Green Economy Organization, as conferências regionais tem apoio do Escritório das Nações Unidas para Cooperação Sul-Sul (UNOSSC). Já a conferência das Américas é uma correalização do Instituto Brasil África (Ibraf) e conta com o apoio do Governo Estadual do Ceará.

Edem Bakhshish no World Green Economy Summit (Foto: WGES)

Para Edem Bakhshish, Chefe da divisão de Estados Árabes, Europa Ocidental & CEI da UNOSSC, estas conferências não serão focadas nos problemas, mas sim nas soluções. Assim, ele espera que se discutam os termos relacionados a green economy focados nas necessidades específicas de cada uma das regiões.

“Esperamos receber ministros do meio ambiente, de economia e demais autoridades para potencializar as discussões. As discussões serão em três áreas específicas: inovações para a economia verde, desenvolvimento de ações e, o mais importante, criação de um ambiente legal para a transição para a economia verde”, explica.

Leia também: Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Em paralelo ao evento, também haverá a realização de treinamento executivo de Green Economy. A conferência ministerial da África acontece em Cairo, no Egito, entre os dias 17 e 19 de junho. Os encontros também serão realizados na Europa, Oriente Médio e Ásia/Pacífico. A conferência das Américas já tem confirmadas as presenças de representantes do Brasil, Argentina, Barbados, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guiana, México e Panamá.

O que é green economy

Green economy, ou economia verde em português, é um conjunto de técnicas que busca aliar desenvolvimento e sustentabilidade, ou seja, manter ritmos de crescimento, mas sem deixar de priorizar o bem estar social e diminuir os riscos ambientais.

A World Green Economy Organization

A organização é uma iniciativa dos Emirados Árabes Unidos, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, e tem objetivo de  “servir como uma plataforma internacional dedicada a facilitar as parcerias dos setores público e privado, promovendo a cooperação internacional e o compartilhamento de conhecimento para uma maior adoção da economia verde”.

Serviço

2019 Americas Regional Ministerial Meeting Conference on Green Economy

Local: Centro de Eventos do Ceará, Fortaleza-CE, Brasil

Data: 24 a 26 de junho

Fotos: WGES

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...