Instabilidade na Líbia pode afetar países vizinhos, diz comandante militar da Missão da ONU no Mali

Vivendo uma intensa guerra civil nos últimos anos, a instabilidade da Líbia pode estar afetando os países vizinhos. Segundo o general Dennis Gyllensporre, comandante das forças militares da Missão de Paz das Nações Unidas no Mali (chamada de Minusma), é preciso entender mais sobre as ameaças que se apresentam na região.

De acordo com o general, o acentuamento da tensão na Líbia desde junho tem deixado os países vizinhos em alerta. Ele acrescentou que a operação de paz em território maliano continuará a monitorar os desenvolvimentos na Líbia, para melhor entender como as ameaças e a insegurança se desenvolverão nos próximos meses.

Possíveis Progressos

O comandante acredita em evolução nos próximos 12 meses em território maliano, que também é marcado por confrontos interétnicos que provocam a morte de civis. De acordo com o general, os sinais são promissores e o governo está empenhado em promover avanços tendo em conta a urgência e a necessidade de proatividade no cenário de conflitos. 

O oficial destacou ainda o compromisso da comunidade internacional em termos de fornecimento de recursos e na clareza em relação às necessidades de apoio. Forças militares de Portugal, que integram o contingente da União Europeia, são as únicas lusófonos no terreno.

De acordo com dados da própria ONU, a Minusma é composta por 12.644 militares e é considerada uma das mais perigosas missões de paz do mundo, com 195 baixas desde 2013.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Paulo Rogério Nunes: criatividade, inovação e “baianidade”

Uma das maiores do Brasil e considerada a cidade mais negra fora do continente africano, Salvador tem se destacado por conta das iniciativas ligadas...