Brazil Africa Forum

Maior parque eólico da África é inaugurado no Quênia

Localizado na fronteira entre a Etiópia e o Quênia, o Turkana é o maior lago alcalino do mundo. Esta área remota e inacessível é, paradoxalmente, um dos melhores enclaves do planeta para construir um parque eólico. O fato de que permanece ventoso ao longo do ano permite uma capacidade muito maior do que seus concorrentes. Foi aqui que o governo queniano construiu o maior parque eólico do continente africano.

LTWP, Junho de 2016

O impressionante Parque Eólico do Lago Turkana (LTWP) ocupa uma área de 40.000 hectares e tem capacidade máxima para gerar 310 megawatts de eletricidade. O custo chegou a 680 milhões de euros, compartilhados entre os setores público e privado, dando origem ao maior investimento privado na história do Quênia. Inaugurada na semana passada, a nova usina fornecerá cerca de 15% da energia do país.

Presidente Kenyatta e autoridades

“Esta ocasião especial demonstra nosso compromisso contínuo em honrar nossas promessas ao povo do Quênia, o que fazemos garantindo a energia necessária para alimentar nossas aspirações comuns”, disse o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta. “A transformação social e econômica de nossa terra e nação é gerada através de formas de energia limpa, renovável e verde”, acrescentou.

TWP, Outubro de 2015

O LTWP consiste de 365 turbinas eólicas Vestas – com três polos de 25 metros cada – que são distribuídas ao longo de uma paisagem semi-árida na qual repousa. Esse parque eólico também é cercado pelas montanhas Kulal e Njiru, que criam um “efeito de túnel” que faz com que o vento recebido pelas usinas nunca seja muito forte, o que por sua vez pararia as turbinas eólicas “O vento está acelerando à medida que se aproxima o lago, onde é muito forte para usá-lo ”, disse o diretor executivo da LTWP, Rizwan Fazal.

O projeto precisou de mais de dez anos para terminar. “Começamos em 2008 e está em operação desde 25 de setembro de 2018”, revela Fazal. O difícil acesso à região quase desértica e a ausência de infra-estruturas estão entre as causas. Uma estrada de 200 quilômetros, por exemplo, teve que ser construída.


+ O Banco Europeu de Investimento (BEI), uma instituição financeira da União Europeia (UE), contribuiu com 200 milhões de euros, enquanto a própria UE desembolsou 25 milhões de euros.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof