Brazil Africa Forum

Organização Internacional de Migração lança novas iniciativas na África

A Organização Internacional de Migração (IOM, em inglês) lançou duas novas iniciativas no continente africano para dar mais força ao trabalho humanitário que tem sido desenvolvido na região. No Quênia, a organização lançou um “Centro de Controle de Qualidade” para dar apoio a pessoas afetadas por crises humanitárias. Já no Níger, foi criado o primeiro centro de acolhimento para vítimas de tráfico humano do país.

Para o Leste e Chifre da África

Fornecer suprimentos de ajuda humanitária de forma rápida e efetiva é uma das melhores maneiras de dar apoio às pessoas afetadas por crises humanitárias. Assim, a IOM, com o lançamento do Centro de Controle de Qualidade em Nairóbi, busca justamente garantir melhor eficiência em sua atuação. 

A OIM está empenhada em fornecer bens e serviços relevantes, oportunos e de qualidade para atender às necessidades de todos os migrantes. A organização está aumentando sua capacidade, tanto de sistemas quanto de recursos humanos, para garantir que os mecanismos estejam implementados em relação aos processos funcionais de Controle de Qualidade e Garantia de Qualidade”, disse Joy Navarra-Valdez, Diretora de Controle de Qualidade Global da IOM.

Este é o segundo Centro de Controle de Qualidade da IOM na África, que já possui um em Juba, capital do Sudão do Sul. A Organização também os havia lançados nas Filipinas e na Turquia.

Com o apoio do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), A IOM também realizou um treinamento de controle de qualidade para funcionários do centro. A ação foi parte do projeto de capacitação para as missões de campo de ambas as organizações.

A IOM armazena em seus centros itens básicos, como folhas de plástico, cobertores, baldes, utensílios de cozinha, mosquiteiros, tanques de bexiga e tanques de cebolas. Outros incluem lajes de latrinas, enlatados, cordas, sacos de itens não alimentares, colchões de dormir, barracas multiuso e salas de massagem. 

Integrar a qualidade é um caminho para cumprir nossa responsabilidade com nossos beneficiários, à medida que atendemos às suas necessidades, garantindo sua segurança e bem-estar, e que nossos parceiros e doadores saberão que estamos colocando grande ênfase neles”, continuou a diretora.

Vítimas de tráfico humano com apoio no Níger

Já nas regiões Central e Ocidental da África, a IOM inaugurou o Centro de Acolhimento para Vítimas de Tráfico Humano, sendo o primeiro em um países francófono do continente. A iniciativa foi lançada a fim de responder à crescente necessidade de assistência personalizada para casos vulneráveis, como parte do projeto de reforçar a capacidade de combater o tráfico de pessoas no Níger.

“Uma vez no país de trânsito ou destino, esses migrantes geralmente acabam vítimas de trabalho forçado e/ou exploração sexual. Os migrantes que usam canais irregulares são mais vulneráveis a abusos durante sua jornada e se tornam presas fáceis para os traficantes”, disse Eva Pons, Oficial de Proteção da OIM no Níger.

Nos centros, as vítimas potenciais podem ser identificadas e assistidas com apoio médico e psicossocial, bem como com assistência socioeconômica, administrativa e jurídica.

“Nesta ocasião, a OIM renova seu compromisso de apoiar o governo do Níger no combate ao tráfico de pessoas e na proteção de suas vítimas”, finalizou Barbara Rijks, Chefe da Missão do IOM no Níger

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof

Museu egípicio é inaugurado no Rio Grande do Sul

O museu egípcio com o maior acervo da América Latina é inaugurado, essa semana, no Rio Grande do Sul. Localizado na cidade de Canela, o museu sediará uma exposição permanente de peças egípcias. Além disso conta com uma loja de produtos que remetem à cultura e a história do antigo Egito com peças produzidas por artistas do país.

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...