Brazil Africa Forum

Sudão recebe apoio da União Europeia para combate a fome

A União Europeia, por meio do departamento de Ajuda Humanitária e Proteção Civil (ECHO, em inglês), disponibilizou uma doação de €7 milhões para o Programa Alimentar Mundial da ONU. O investimento visa ajudar no combate à situação emergencial de fome que o Sudão está vivenciando. 

A doação é pensada para dar suporte às ações necessárias para amenizar a situação urgente que o Sudão enfrenta.  Entre os anos de 2018 e 2019, a União Europeia doou ao todo €13 milhões para o fundo humanitário. 

As ações dessa comissão humanitária visa combater e prevenir a desnutrição, tendo como alvo mães e filhos que vivem em áreas de difícil acesso. A desnutrição grave afeta 1,8 milhões de crianças até cinco anos de idades, que estão inseridas na realidade emergencial do Sudão. 

O fundo não ficará concentrado apenas em uma ação específica, ele também fará parte de doações para comunidades que encontram-se em situação de vulnerabilidade alimentar. Com isto visa atingir a 600 mil pessoas, também prestando assistência para refugiados que encontram-se no norte e no sul de Darfur. 

Há também de intuito de realizar transferências financeiras para as pessoas em situação crítica, fazendo com que a economia local tenha uma movimentação positiva. Esse fluxo mostrou ter um impacto positivo na vida individual das pessoas e, consequentemente, mostra uma mudança na convivência coletiva. 

(Foto: UNICEF/Mackenzie Knowles-Coursin)

A doação possibilita uma ação direcionada para as necessidades urgentes dos sudaneses, possibilitando uma modalidade “híbrida” de assistência. Dessa forma é possível fazer um kit contendo uma mistura alimentar, vales alimentação e dinheiro. 

As doações para o ECHO, originadas da Europa, são feitas desde 2012, acumulando um montante de € 153 milhões doados para ações que visam combater situações emergenciais. 

Fome no Sudão 

A guerra que acomete o Sudão teve início em 2013 e já dura, aproximadamente, seis anos. A ONU estima que, no sul do Sudão, cerca de 4.2 milhões de crianças vivem em situação precária. A organização ainda afirma que 1.1 milhão de crianças estão em situação de desnutrição grave.

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...