USAID lança programa Farmer-to-Farmer no Zimbábue

Em um evento realizado nesta quinta-feira (30) em Harare, representantes da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), do governo do Zimbábue e da organização Cultivando Novas Fronteiras na Agricultura (CNFA) reafirmaram o compromisso compartilhado para fortalecer a agricultura e a resiliência no Zimbábue. Na ocasião, o programa “Farmer-to-Farmer “, financiado pela USAID, foi lançado no País.

O programa de cinco anos (2018-2023) fornece assistência técnica através de voluntários americanos altamente qualificados para agricultores, grupos de fazendeiros, empresas agrícolas e outras instituições do setor agrícola nos países em desenvolvimento e em transição. O programa visa gerar crescimento econômico sustentável e de base ampla no setor agrícola.

USAID Zimbabue

No Zimbábue, o programa Farmer-to-Farmer se concentrará em horticultura, leguminosas e cadeias de valor de gado e laticínios devido ao potencial desses setores para beneficiar muitos agricultores e ganhar altos retornos sobre o investimento. Através de 84 atribuições voluntárias, o programa irá catalisar o desenvolvimento de negócios comercialmente viáveis e sustentáveis ao longo dessas cadeias de valor.

Os voluntários apoiarão os esforços dos atuais programas agrícolas financiados pelo governo dos EUA que trabalham com agricultores, agregadores, processadores e comerciantes. A formação e o apoio prestados através do Farmer-to-Farmer irão se centrar na melhoria das tecnologias de produção e transformação, no reforço da capacidade organizacional e de comercialização das empresas agrícolas e também na promoção da agricultura de conservação.

Ao longo do programa de cinco anos, os voluntários treinarão milhares de pequenos agricultores para aumentar as vendas e aprender a cultivar como um negócio, a fim de aumentar os rendimentos das famílias, fortalecer os meios de subsistência e construir a resiliência da Comunidade.

+ Financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), o programa Farmer-to-Farmer (F2F) busca ajudar os países em desenvolvimento, como os países da África Subsaariana e da Bacia do Caribe. O foco do programa é o aumento da produção agrícola e dos rendimentos.

Foto: Embaixada dos EUA no Zimbábue

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...