Brazil Africa Forum

VP do grupo M. Dias Branco visa novos mercados

Líder no mercado de massas e biscoitos do Brasil, o grupo M. Dias Branco enxerga na África um mercado promissor. “Começamos, há cerca de três anos, a exportar para países africanos. Os números ainda não são expressivos, mas identificamos um potencial muito grande de crescimento”, afirma  Geraldo Luciano Mattos Junior, vice-presidente de Investimentos e Controladoria e Diretor de Relações com Investidores do grupo M. Dias Branco.

Ele confirmou sua participação como palestrante no Fórum Brasil África 2019 –  Segurança Alimentar: Caminho para o desenvolvimento econômico. O evento, que será realizado nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, é uma realização do Instituto Brasil África (Ibraf), que também publica ATLANTICO.

“Será muito bom ouvir a experiência de Geraldo Luciano e sua visão sobre a África como um importante parceiro para as empresas brasileiras”, diz João Bosco Monte, presidente do Ibraf.

A M. Dias Branco é a sexta maior empresa do mundo na categoria de massas e a sétima maior na categoria de biscoitos.


Carreira Política

Até o final de 2019, Geraldo Luciano Mattos Junior deve trocar a posição que ocupa no Grupo M. Dias Branco. Ele abrirá mão do cargo de VP e assumirá uma posição no Conselho de  Administração da empresa. A informação foi divulgada pela própria empresa, em novembro do ano passado, através de um comunicado para os investidores. Especula-se que Geraldo Luciano inicie uma carreira como político. 


Vice-Presidente de Investimentos e Controladoria e Diretor de Relações com Investidores do Grupo M. Dias Branco S.A., Geraldo Luciano Mattos Junior iniciou suas atividades empresariais no grupo econômico de que é parte a M. Dias Branco em 1995, no cargo de Diretor Financeiro do Banco Equatorial. 

Em 2000, ingressou na M. Dias Branco, exercendo a função de Assessor da Diretoria, cargo que ocupou até 2003, quando foi nomeado Diretor de Finanças. No período de 1977 a 1995, compôs o quadro Banco do Nordeste do Brasil – BNB, onde, dentre outras, exerceu as funções de Assessor da Presidência, Chefe do Departamento de Mercado de Capitais e Diretor Executivo da Caixa de Previdência dos Funcionários do BNB. Em 1994, foi cedido ao Governo do Estado do Ceará, onde exerceu a função de Diretor Financeiro e de Câmbio do Banco do Estado do Ceará, até 1995. 

Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Ceará – UECE, em 1985, graduou-se também em Direito, pela Unifor, em 1998, e adquiriu o grau de Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coopead), em 1993. Integra o Conselho de Administração das empresas Hapvida, Companhia Indústria de Cimento Apodi e Cerâmica Portobello.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof