Brazil Africa Forum

Zimbábue recebe apoio para a implementação do AfCTA

O Zimbábue lançou um plano estratégico para seu desenvolvimento econômico em face da implementação da Área de Livre Comércio Continental Africana (AfCFTA). O plano foi validado em um encontro de dois dias com seus setores privado e público, além de representantes de diversas instituições. Durante o encontro, a Comissão Econômica das Nações Unidas para África (ECA) e a Comissão da União Africana (AUC) prometeram total apoio ao país. 

A implementação efetiva da estratégia do AfCFTA exigirá que o governo, o setor privado e outras instituições de apoio ao comércio trabalhem juntos”, disse Batanai Chikwene, oficial de gerenciamento de programas da ECA.

Em seu discurso sobre o estado da nação nessa semana, o presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, declarou que em parceria com o setor privado, seu governo pretende obter o máximo benefício da operacionalização do AfCFTA.

Dentre os objetivos estratégicos do país estão expandir as exportações de bens e serviços e ampliar o acesso aos mercados africanos. O governo também pretende melhorar o desenvolvimento da infraestrutura para facilitar a conectividade nas fronteiras e o acesso aos mercados, lém de capacitar mulheres e jovens nos setores formal e informal.

“A estratégia nacional de implementação do AfCFTA do Zimbábue, como outros acordos políticos, não se implementará sozinha. Temos que investir pesadamente na execução e implementação. O governo terá que fornecer um ambiente no qual exportadores e importadores possam fazer negócios e criar empresas que possam competir globalmente”, disse Chikwen. Ele também agradeceu à União Européia pelo apoio ao projeto do AfCFTA.

A representante da Comissão da União Africana, Beatrice Claudia Chaytor,t ambém reforçou o apoio da instituição ao país no processo de implementação da Área de Livre Comércio Continental Africana .

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof