Brazil Africa Forum

Zimbábue sediará o 6º Fórum Regional da África sobre Desenvolvimento Sustentável

O Zimbábue confirmou que sediará o 6º Fórum Regional Africano sobre Desenvolvimento Sustentável (ARFSD). O Fórum fornece uma plataforma para aprendizado e intercâmbio entre os países, especialmente em relação as Revisões Nacionais Voluntárias Regionais (VNRs, na sigla em inglês) e a implementação da agenda de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no continente africano.

“O ARFSD é muito importante, pois nos ajuda a fazer um balanço de onde o continente está em termos de implementação dos ODS”, disse Oliver Chinganya. Diretor do Centro Africano de Estatística da Comissão Econômica das Nações Unidas para a África (ECA).

Funcionários da ECA se reuniram com altos funcionários do governo do Zimbábue, incluindo a Ministra do Trabalho, Serviço Público e Bem-Estar Social, Sekai Nzenza, na primeira reunião preparatória para o acolhimento do Fórum pela cidade de Harare.

“Esta é uma oportunidade muito boa para o Zimbábue retomar o compromisso. O desenvolvimento do crescimento econômico e da Visão 2030, onde vemos o país se tornar uma economia de classe média alta até 2030, é muito importante para nós”, disse a ministra.

Nzenza ainda acrescentou que o Zimbábue tem orgulho de sediar o ARFSD,e acrescentou que o Fórum é uma grande oportunidade para o país mostrar seu programa de estabilização de transição, cujo foco principal é o reengajamento após anos de isolamento.

“Atualmente, não estamos indo muito bem. Existem falhas em diversas áreas. Existem muitas lacunas, especialmente quando você analisa dados sobre pobreza ou mudança climática. Portanto, o Fórum de 2020 precisa estimular ações ambiciosas para nos ajudar a alcançar todos os objetivos como África “.

A ministra ainda afirmou que a agenda de mudanças climáticas, em particular, foi um dos principais focos do Zimbábue seguindo os  Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O continente enfrentou uma seca devastadora neste ano, e o ciclone Idai destruiu infra-estruturas no valor de mais de um bilhão de dólares em três nações do sul da África durante a estação chuvosa.

O continente enfrentou uma seca devastadora neste ano, e o ciclone Idai destruiu infra-estruturas no valor de mais de um bilhão de dólares em três nações do sul da África durante a estação chuvosa.

Com a preocupação de tomar medidas que gerem resultados, o ARFSD de 2020 pretende ser orientado para a ação, para que as partes interessadas explorem, obtenham informações, compartilhem e cheguem a um conjunto de ações concretas e viáveis ​​que permitirão aos países africanos alcançarem as metas estabelecidas dentro de um prazo estimado.

O forúm será realizado na cidade turística de Victoria Falls de 24 a 27 de fevereiro de 2020.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof