Home Perfis

Perfis

A voz feminista negra de Stephanie Ribeiro

Stephanie Ribeiro era ainda estudante de arquitetura quando seus textos começaram a viralizar na internet. Em uma universidade com maioria branca ela achou no feminismo negro e na escrita um lugar de acolhimento e luta. Logo várias mulheres se identificaram com o que Stephanie tinha a dizer e a escritora se tornou uma das vozes mais expressivas do ativismo brasileiro.

Afripedia: O primeiro banco de dados de talentos afrodescententes

Afripedia é o nome de uma plataforma que se propõe em reunir, num só lugar, profissionais criativos de ascendência africana que atuam mundo afora. A iniciativa surgiu da cabeça de dois cineastas: o israelense Teddy Goitom e do sueco Senay Berthe - ambos afrodescendentes radicados no leste africano. Os dois produziram em 2014 uma série documental homônima. Dividida em cinco partes, o trabalho mostrou criativos emergentes das principais cidades africanas.

Luana Ozemela quer mais negócios entre América Latina e Oriente Médio

Especializada em cooperação bilateral, a DIMA está expandindo seu raio de atuação para a América Latina e para os países do Golfo. Fundada pela empresária brasileira Luana Ozemela, a empresa é sediada no Qatar Financial Centre, centro financeiro em Doha. Acrônimo para Development Impact Managers & Advisors, a DIMA atua na área de consultoria de gestão. “Nosso objetivo é prover serviços tanto para empresas brasileiras que querem fazer negócios com o Catar e no Catar, quanto investidores catarianos que estão buscando oportunidades de investimento no Brasil”, explica Ozemela.

Resiliência, amor e fé para as crianças de Madagascar

Criada no Ceará em 1982 e com diversas atividades Brasil agora reunindo cerca de 600 mil membros, a Comunidade Católica Shalom mantém há 13 anos uma casa em Antsiranana, no norte de Madagascar. Considerado um dos mais pobres do mundos, o país insular africano tem 25 milhões de habitantes. A expectativa de vida é baixa - apenas 40 anos - e apenas 2% da população tem acesso à água encanada.

A favela orgânica de Regina Tchelly

Favela Orgânica é o nome de um empreendimento social localizado no Morro da Babilônia, uma favela da zona norte do Rio...

Abbé Tossa: moda, identidade e África

Nascido em Benin, o estilista Abbé Tossa veio ao Brasil através de um intercâmbio para estudar Ciências Biológicas na Unifesp. Foi no País que seu talento para a moda ganhou força e em 2018 ele lançou a sua marca, a Kuavi. Seu trabalho tem grande influência da tradição africana, desde a escolha dos tecidos a confecção das peças, destacando sua motivação em divulgar a cultura do continente.

Vensam Iala, dos campos para as telas

O guineense Vensam Iala sonhava em ser jogador de futebol. Na infância, sempre ouvia o pai falar do Brasil, consagrado por seu futebol e por jogadores como Pelé. Aos 17 anos, o sonho dele foi interrompido quando fraturou a clavícula, o que impedia a sua profissionalização como atleta. Porém, o fascínio pelo Brasil persistiu. E em 2010 Vesam pode realizar o desejo de conhecer o país. Ele se mudou para a cidade de Assis para estudar Letras na Universidade Estadual de São Paulo (Unesp).

Guilherme Canever, em busca de destinos invisíveis

O engenheiro florestal Guilherme Canever é aficcionado por África desde pequeno quando via fotos de viagens feitas pelo avô. Aos 42...

Humberto Barbosa, de olho no Oceano Atlântico

Na última semana, a fumaça dos incêndios florestais que vêm da cidade de Mangai, na República Democrática do Congo, no Sul...