Home Notas

Notas

Estudo aponta potenciais econômicos entre o Nordeste brasileiro e a África lusófona

O Instituto Brasil África (IBRAF), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e Comissão Econômica para a América...

AfDB aprova doação para programas de segurança alimentar e nutricional infantil em Angola

Bié é a província com a maior prevalência de desnutrição crônica em Angola. O lugar registra 51% de pessoas desnutridas. O número é muito acima da média nacional, que é de 38%. Para mudar a realidade da província, o governo angolano contará com uma ajuda do Banco Africano de Desenvolvimento, que aprovou em setembro uma doação de US$ 1 milhão.

IBRAF e FIDA estreitam relações para novas parcerias

Representantes do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas (FIDA) visitaram nesta quinta-feira (17) a sede do Instituto Brasil África (IBRAF), em Fortaleza. A equipe - formada pela diretora regional da divisão da América Latina e Caribe, Rossana Polastri, pelo Diretor para o Brasil, Claus Reiner e pelo oficial de programas no Brasil, Hardi Vieira - foi recebida pelo presidente do IBRAF, Prof. João Bosco Monte.

Programa da União Europeia e UNICEF aumenta registros de nascimento na África

A Parceria de três anos da União Europeia (UE) e da UNICEF levou a duplicação da cobertura de registro de nascimento em distritos de Burkina Faso, Camarões, Uganda e Zâmbia. A ausência de uma certidão de nascimento dificulta o acesso das crianças a direitos fundamentais, como educação e saúde; inibe a capacidade do governo de planejar e orçar; e deixa as crianças em maior risco de violações, como casamento e trabalho infantil. O programa resultou em mudanças catalíticas no sistema e aumento no registro de nascimentos, informou nesta quinta (17) a UNICEF.

FIOCRUZ e UNFPA definem prioridades de parceria em direitos da mulher

Os direitos das mulheres na África, América Latina e Caribe foram pauta de discussão entre representantes da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e de ministérios e institutos de saúde de países africanos. A prioridade do grupo reduzir a morte materna e garantir o desenvolvimento sustentável com equidade.

ODS: ONU reúne líderes empresariais para mobilizar recursos

Trinta líderes do mundo corporativo trabalharão juntos pelos próximos dois anos numa proposta para obter recursos do setor privado para financiar...

África, Caribe e Pacífico recebem mais ajuda da União Europeia

A União Européia forneceu 9 milhões de euros adicionais para apoiar o trabalho da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) na promoção de práticas agrícolas sustentáveis na África, no Caribe e no Pacífico. O acordo se concentra no combate à degradação e desertificação da terra e procura aumentar a segurança alimentar e a resiliência às mudanças climáticas. Em particular, o financiamento têm como objetivo impulsionar os esforços dos países nas regiões-alvo para trazer mudanças sustentáveis ​​nas políticas e práticas agrícolas.

FAO chama atenção para alimentação saudável

Celebrado anualmente no dia 16 de outubro, o Dia Mundial da Alimentação chama atenção para as questões ligadas à fome, insegurança alimentar e a obesidade. Pessoas com sobrepeso ultrapassam o número de pessoas em situação de insegurança alimentar. Segundo o último relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), enquanto a fome afetou 821 milhões de pessoas em todo o mundo em 2017, a proporção de adultos obesos chegou a 13,3% em 2016 – o equivalente a 672 milhões de pessoas.

AfDB formaliza apoio para o Fórum Mundial da Água

O Banco Africano de Desenvolvimento forma parceria com o governo do Senegal para sediar o Fórum Mundial da Água. Com o tema 'Segurança da água para a paz e o desenvolvimento', o evento será realizado em 2021 no país africano. “O fórum é uma grande oportunidade para o Banco mostrar e avançar sua agenda de água e saneamento e parabenizamos o governo do Senegal pelo trabalho preparatório que eles fizeram até agora”, disse a vice-presidente de agricultura, desenvolvimento humano e social do Banco, Jennifer Blanke.