Notas

Angola busca certificar peças de valor patrimonial

O Ministério de Cultura de Angola está elaborando um conjunto de regulamentações, que possibilitem maior facilidade na identificação e certificação de peças artesanais com valor

Notas

Akinwumi Adesina: “A agricultura é o negócio mais importante do mundo”

“A agricultura é o negócio mais importante do mundo”, disse Akinwumi Adesina, presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) nesta terça-feira (27), quando recebeu um

Notas

BAD nomeia nova Diretora Interina de Comunicações e Relações Externas

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) tem um nova diretora interina para o Departamento de Comunicação e Relações Externas. Desde 1º de abril, a senegalesa

Notas

Transporte marítimo , a logística que desafia o comércio

Dados do Aliceweb, um sistema de análise das Informações de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, mostram que a África representou

Notas

José Ramos-Horta: “Dialogar é ouvir os que não têm voz”

A vida do ex-presidente timorense José Ramos-Horta mudou pouca coisa depois de ter sido laureado em 1996 com o Prêmio Nobel da Paz junto com

Notas

Grupo M. Dias Branco visa novos mercados

Líder no mercado de massas e biscoitos do Brasil, o grupo M. Dias Branco enxerga na África um mercado promissor. “Começamos, há cerca de três

Notas

O vôo das mulheres

(MAARTEN VISER) Adis-Abeba, quarta-feira, 18 de novembro de 2015. Parte para Bangkok, Tailândia, o primeiro vôo da companhia aérea Ethiopian Airlines operado por uma tripulação

Notas

A batalha do Brasil contra o trabalho infantil

O Unicef estima que cerca de 150 milhões de crianças com idades entre 5 e 14 anos, ou quase uma em cada seis crianças nessa

Notas

NATÁLIA DIAS FALA SOBRE A TRAJETÓRIA E PERSPECTIVAS ECONÔMICAS DO STANDARD BANK

  Com quase 160 anos de história, o Standard Bank começou suas atividades em 1862 quando foi fundado em Londres sob o nome de Standard

Notas

José Graziano: A meta é acabar com a fome

Courtesy of FAO Diretor da FAO considera possível atingir objetivo até 2030, conforme planejamento traçado na nova agenda da ONU. O brasileiro José Graziano da