Home Notas

Notas

Grupo M. Dias Branco visa novos mercados

Líder no mercado de massas e biscoitos do Brasil, o grupo M. Dias Branco enxerga na África um mercado promissor. “Começamos,...

Japão, África do Sul e BAD querem acelerar a transformação tecnológica da África

"Ciência, tecnologia e inovação, bem como o desenvolvimento de recursos humanos, são críticos na África, um continente com maior potencial na Terra", afirmou Shinzo Abe, o primeiro-ministro do Japão, no fórum Ciência, Tecnologia e Sociedade (STS, na sigla em inglês), realizado em Yokohama, como parte do TICAD 7.

Segurança Alimentar: FAO pede mais participação japonesa na África

A FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) quer incentivar a parceria do Japão com países africanos como forma de melhorar a nutrição. De acordo com o relatório State of Food and Security da FAO em 2019, o número de pessoas com fome no mundo é de 821 milhões. Só a África responde por 31% do número global de pessoas com fome - 251 milhões de pessoas.

Algodão: Agricultores africanos compartilham tecnologia brasileira

Países africanos poderão se beneficiar com um projeto que pretende compartilhar com outros países a expertise do Brasil na cultura do algodão. A cotonicultura ocupa uma posição estratégica na política de desenvolvimento e nos programas de redução da pobreza e o Brasil é o quarto produtor mundial de algodão, e o segundo maior exportador global.

Empreendedorismo feminino na África recebe apoio de Macron e G7

O presidente francês Emmanuel Macron e os líderes do G7 aprovaram um pacote totalizando US $ 251 milhões em apoio ao Banco Africano de Desenvolvimento. Os recursos serão direcionados para a Iniciativa AFAWA (Ação Financeira Afirmativa do Banco para Mulheres na África) que têm como objetivo apoiar mulheres empresárias na África.

O feijão brasileiro conquista o Egito

O Egito foi o país africano que mais importou o feijão cultivado no Brasil nos sete primeiros meses deste ano. Dados do Ministério da Economia apontam que o país comprou US$ 2,8 milhões de janeiro a julho. O número é mais de seis vezes que o registrado no ano passado, quando os egípcios importaram apenas US$ 442,5 mil em feijão brasileiro.

Ministros Africanos endossam plano para combater doenças transmitidas por vetores

Com os países da África sofrendo aumento de casos e mortes devido à malária e outras doenças transmitidas por vetores, 47 ministros da saúde endossaram um plano, na forma de uma Estrutura de Implementação da Resposta Global de Controle de Vetores.

Colapso hídrico: novos caminhos para o uso da água

O acesso seguro à água potável é uma necessidade humana fundamental e básica. A falta de água traz riscos à segurança alimentar e nutricional, pois ameaça suprimento de alimentos demandados para a sobrevivência de uma população. Além disso, a água quando poluída enfraquece ou mesmo destrói os ecossistemas naturais que sustentam a saúde humana e a biodiversidade.

Fogões a lenha estão ajudando a Zâmbia a reduzir perda florestal

Uma parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Global Environment Facility (GEF) junto ao governo da Zâmbia, está desenvolvendo fogões a lenha, que economizam energia e estão ajudando comunidades rurais a reduzir perda florestal, melhorando qualidade de vida e ajudando ao combate às mudanças climáticas. O projeto já chegou a mais de 5.000 famílias na Zâmbia Central, Ocidental e do Noroeste que agora usam os fogões.