Brazil Africa Forum

FIDA fortalece projetos no Egito

O Governo do Egito e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) fortalecem parcerias para reduzir a pobreza rural e promover a resiliência em ambientes desérticos.

A agricultura é um setor vital da economia do Egito, fornecendo meios de subsistência para 55% da população e empregando diretamente 29% da força de trabalho. A agricultura também é uma fonte vibrante de exportação e câmbio.

“O Egito é o maior beneficiário de nossa assistência financeira no Oriente Próximo e Norte da África, com US $ 1,11 bilhão investido até o momento. É também um dos primeiros países membros a receber financiamento do FIDA. Nossa parceria registrou mais de quatro décadas de histórias humanas de sucesso. e realizações no desenvolvimento rural “, diz Khalida Bouzar, diretora regional do FIDA para a Divisão do Oriente Próximo, Norte da África, Ásia Central e Europa.

“O FIDA mostrou sua vantagem comparativa no direcionamento de agricultores vulneráveis ​​e na promoção da resiliência em ambientes desérticos. A presença de campo a longo prazo, equipada com uma experiência única em desenvolvimento rural, melhorou a sustentabilidade e o impacto de nossos projetos”, acrescentou.


O presidente do FIDA, Gilbert F. Houngbo realiza uma visita de quatro dias ao Egito para discutir os investimentos em andamento do FIDA.
 
Durante sua estadia, Houngbo visitará dois projetos apoiados pelo FIDA no Alto e Baixo Egito e se encontrará com os participantes dos projetos para ver em primeira mão como as intervenções do FIDA melhoraram suas vidas.

O Projeto de Promoção de Rendimentos Rurais por meio do Aperfeiçoamento do Mercado abrange sete províncias e está beneficiando 50.000 famílias rurais, integrando-as às cadeias de valor agrícola. O Projeto de Desenvolvimento de Irrigação na Fazenda está gerando trabalho sazonal e de meio período para mais de 21.000 homens e mulheres rurais pobres, com o uso eficiente dos recursos hídricos.

+ O FIDA iniciou suas operações no Egito em 1977 e, até agora, implementou 14 projetos, investindo quase US $ 520 milhões e beneficiando diretamente aproximadamente 1,2 milhão de famílias. Atualmente, o portfólio em andamento compreende três projetos, totalizando cerca de US $ 300 milhões. Um acordo para um quarto projeto de investimento no valor de US $ 80 milhões foi assinado recentemente.

Fórum Brasil África reunirá autoridades do governo brasileiro e de países africanos

O vice presidente brasileiro Hamilton Mourão, assim como diversas autoridades de governos africanos estarão presentes no Fórum Brasil África 2019. O fórum acontece nos dias 12 e 13 de novembro em São Paulo, e vai reunir também representantes do setor privado e da academia além de potenciais investidores. Em sua sétima edição, o tema do evento será “Segurança alimentar: caminho para o crescimento econômico”.

Ipea discute oportunidade de negócios entre Brasil e África

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) estará presente no Fórum Brasil África 2019 promovendo uma discussão sobre o potencial de negócios entre Brasil e os países africanos. Em um side event chamado “Desafios para o aprofundamento da cooperação entre o Brasil e os países africanos”, o instituto promoverá um debate com autoridades e representantes do setor econômico.

O futuro das relações entre Brasil e África é promissor, segundo Hamilton Mourão

"As relações com a África são e serão prioritárias para o Brasil e o para os brasileiros", declarou o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, durante a cerimônia de abertura do Fórum Brasil África 2019.

Centro de Excelência da ONU participa de convocação global contra a fome na Etiópa

O diretor adjunto do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das...

Morre o pesquisador Fernando Arenas, referência em estudos culturais sobre África Lusófona

Oito anos depois de ser publicado nos Estados Unidos, o livro "África Lusófona – Além da Independência" recebe uma edição traduzida para o português. A obra foi escrita pelo prof