Projetos de Economia Verde na África são exemplos para o mundo

A World Green Economy Organization (WGEO) iniciou no mês de junho um circuito para tratar sobre economia verde, sua aplicação e viabilidade nos países. Em Fortaleza, que recebe os representantes das Américas entre os dias 24 a 26 de junho, alguns casos bem-sucedidos de Economia  Verde na África foram apresentados como modelos a serem seguidos pelo mundo.

Irrigação potencializada no Quênia

Reconhecido por ter, recentemente, banido o uso dos plásticos, o Quênia tem se destacado com iniciativas sustentáveis. Uma delas é o Greenhouses Sensor, que automatiza serviços de irrigação ao monitorar temperatura, umidade e a quantidade de água sendo utilizada para evitar desperdícios e potencializar os ganhos.

Similar ao Greenhouses Sensor, o RainMaker2 é um sistema de irrigação alimentado por luz solar consegue mapear os melhores horários e as quantidades ideias de água para usar durante o processo.

LEIA TAMBÉM: BRASIL E QUÊNIA CONTRA OS PLÁSTICOS 

Norte da África: mais energia, mais água

Na África Árabe, iniciativas no Marrocos e no Egito são usadas como exemplo. No Marrocos, devido à alta dependência que o país tem por energia importada, o governo, com apoio do World Bank, tem investido em técnicas de eficiência energética para aplicar uma reforma geral neste setor. A ação começou em 2016 e já tem conseguido ter sucesso no país. No início de 2019, o governo marroquino anuncionou um investismento de US$ 14 bilhões em projetos de energia renovável.

Já no Egito, devido à intensa seca que tem assolado o país nos últimos anos, a solução encontrada foi uma máquina de capaz de economizar metade da água e por volta de um quarto dos fertilizantes nas plantações de arroz. A prática, além de econômica, consegue manter a produtividade da plantação.

O carvão verde de  Uganda

Grande áreas florestais na Uganda e na África Oriental como um todo tem sido fortemente devastadas para o uso de lenha na produção de carvão. No país, iniciativas sustentáveis tem investido em “carvão verde”, ou Green Charcoal. Nos últimos anos, a iniciativa impediu que mais de 70.000 árvores fossem derrubadas.

Iniciativas brasileiras

Algumas iniciativas verdes do Brasil também foram apresentadas durante a Conferência Ministerial Regional das Américas. Entre as iniciativas estão a ENGENE Jr, empresa júnior de soluções sustentáveis da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Criada em 2016,  a empresa elabora projetos de eficiência energética. Atualmente, a empresa conta com 16 estudantes, 3 professores tutores e um engenheiro de energias. 

Top 5

Fortaleza recebe primeiro data center da Angola Cables no Brasil

Após instalar dois cabos de fibra ótica em Fortaleza (o Monet, que vai até os Estados Unidos; e o SACS, que se conecta com...

Pesquisa e inovação impactam a agricultura do Brasil

São abundantes as manifestações de lideranças ao redor do mundo em reconhecimento à trajetória virtuosa da pesquisa agropecuária brasileira nos últimos quarenta anos. Graças...

Acordo preferencial eleva exportações sul-africanas ao Brasil

As exportações sul-africanas para o Brasil aumentaram de US$483 milhões em 2017 para US$ 663 milhões em 2018. As informações foram reveladas pela representante econômica...

Bienal do livro do Ceará receberá três autores africanos

Três escritores africanos estarão participando da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza entre os dias 16 a 25 de...

Fórum Brasil África 2019: Segurança Alimentar em foco

A problemática da fome tem se tornado cada vez mais recorrente, embora ela tenha estado em declínio nos últimos anos, segundo informações da Organização...