Home Reportagens

Reportagens

ODS: Tang Shengyao, da FAO fala sobre o papel da Cooperação Sul-Sul

Tang Shengyao, diretor do Escritório de Cooperação Sul-Sul e Triangular da FAO, falou em entrevista à ATLANTICO sobre as estratégias de colaboração para atingir as metas da agenda 2030 da ONU. O plano indica os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) - divididas em 169 metas - para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta. Ele também destacou o papel do Brasil no contexto da Cooperação Sul-Sul.

Standard Bank e atração de investimentos para a África, segundo Natália Dias

Com sede na África do Sul, o Standard Bank tem um missão: levar mais investidores para o continente africano. Natalia Dias, CEO do Standard Bank no Brasil, falou com a ATLANTICO sobre a presença do banco nos grandes mercados financeiros e como é feita a atração de multinacionais para a África. Também falou sobre o incentivo para o setor privado e o papel do banco nesse cenário.

“Cooperação trilateral é o caminho para o desenvolvimento”, segundo economista do IBRAF

O economista do Instituto Brasil África (IBRAF), Igor Lucena, aponta a colaboração trilateral como um dos meios para avançar no desenvolvimento da África. “Estamos trabalhando de uma maneira trilateral que une governos, é claro, mas temos aqui empreendedores, setor privado e também instituições internacionais que juntas criam um vínculo que ajuda as economias a se desenvolverem de maneira mais internacional.” Ele acredita que, criando novas oportunidades econômicas, os países africanos poderão se desenvolver e assim atingirem a segurança alimentar. O economista destaca a importância de eventos como o Fórum Brasil África para estimular discussões a respeito das oportunidades do continente africano.

“O Brasil tem muito o que aprender com a África afirma”, diz Cezar Rizzi da CAMPO

A expertise de agricultura tropical do Brasil pode contribuir muito para a África, segundo Cezar Rizzi, coordenador de Projetos da CAMPO. “O Brasil têm muito o que aprender com a África, mas também muito a contribuir, principalmente no que diz respeito a agricultura tropical”, destacou Rizzi, ao falar das oportunidades no continente.

Ipea promove pesquisa para estreitar os laços entre os dois lados do Atlântico

As relações entre Brasil e África mostram grande potencial de desenvolvimento para a economia brasileira e africana A informação é de Ivan Oliveira, diretor de estudos internacionais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O órgão vem realizando uma pesquisa sobre as relações brasileiras com o continente africano. O estudo é feito em parceria com o Instituto Brasil África (IBRAF), também responsável pela ATLANTICO.“Foi o primeiro passo do Ipea na retomada de pesquisa sobre África”, afirmou Oliveira em entrevista exclusiva à nossa equipe, durante o Fórum Brasil África 2019.

Proteína halal tem potencial para crescimento no Brasil

O Brasil já é reconhecido no mundo islâmico como um dos países que mais tem expertise na produção de alimentos halal, sobretudo por conta da sua atuação no setor de proteínas. Contudo, pode se tornar um player ainda mais relevante.

Cisternas, do Brasil para o mundo

Cerca de 450 mil famílias brasileiras ainda não tem acesso à água. O programa Cisternas, financiado desde 2003 pelo governo brasileiro, está atentendendo apenas a um pequeno grupo de pessoas por conta da falta de recursos.

Cooperação Brasil-Alemanha fortalece projetos na África

O número de países que se interessam pela expertise brasileira em projetos de cooperação técnica vem crescendo nos últimos anos. Isso acontece...

Vizzia estuda investir no mercado africano de calçados

Sediada na região do Cariri, no Estado do Ceará um dos maiores polos de fabricação de calçados do Brasil, a empresa Vizzia quer incluir a África em seu radar.